sexta-feira, 29 de junho de 2007

Directora demitida... por pecado mortal

DIRECTORA DEMITIDA POR NÃO RETIRAR CARTAZ.

A directora do Centro de Saúde de Vieira do Minho foi exonerada do cargo pelo ministro da Saúde, por não ter retirado um cartaz das instalações do centro contendo declarações de Correia de Campos “em termos jocosos”.

O despacho, publicado em Diário da República, data de 5 de Janeiro de 2007. O Ministério da Saúde decidiu assim que Maria Celeste Cardoso não reunia “as condições para garantir a observação das orientações superiormente fixadas para a prossecução e implementação das políticas desenvolvidas” pela tutela.

O cartaz era uma notícia publicada pelo 'Jornal de Notícias', onde o ministro da Saúde afirmava que nunca tinha ido a um Serviço de Atendimento Permanente (SAP), e que não pretendia ir.
A decisão provocou incomodo entre os deputados, nomeadamente entre os deputados socialistas. Manuel Alegre considerou mesmo a decisão como “desproporcionada” e “intolerante”. Para o socialista o despacho está confuso e não permite “perceber o que se passou no Centro de Saúde de Vieira do Minho.
IN CORREIO DA MANHÃ

O mais grave, é que o dito cartaz foi colocado por um médico, e nada mais era do que uma cópia dum artigo do JN, em que o Sr. Ministro, dizia por palavras bem explícitas que nunca iria a uma SAP, e o médico acrescentou por baixo em letras garrafais, um sério aviso aos utentes que dizia o seguinte:

CUIDADO, VOCÊS ESTÃO NUMA SAP!

Todos nós sabemos, que não, sr. Ministro, o Sr. nunca irá a um SAP; o Sr. e sua família tem os "Lobbies", que lhe tratam da saúde de borla, enquanto o Sr. faz a política destes para abrir hospitais privados, e o zé povinho é que paga, o Sr. ainda é mais crápula do que eu pensava!

NOTA: Os ministros e outros governantes são intocáveis. É um sacrilégio pronunciar o seu nome de forma menos respeitosa e em atitude pouco reverente. Criaram, assim, pela força, uma nova religião!!! A Maria Celeste Cardoso, o Fernando Charrua, o Caldeira e outros formam a lista dos ímpios sacrificados e imolados na pedra de culto deste governo.

2 comentários:

al cardoso disse...

Sao estes socialistas e republicanos, os defensores das liberdades individuais?

Por estas e outras mais e que eu sou monarquico!

Um abraco algodrense.

A. João Soares disse...

Liberdades individuais sim, mas apenas dos indivíduos bafejados pelo Poder de que usam e abusam.
Mas, temos que ter muito cuidado em não faltar à reverência pelos srs deuses detentores do poder absoluto. É pena faltar-lhes coragem para assumirem às claras, com formalismos institucionais, o autoritarismo que usam de forma invisível!
Um abaço