quarta-feira, 30 de julho de 2008

Pioneiro do 4.º mundo???!!!

Os posts recentes poderiam ser integrados numa tela com o título «o estado da Nação» e um comentador referiu o seguinte artigo do Diário da República, 2ª Série, nº51, 12 de Março de 2008, que dá muito que pensar a quem se interesse pelo que se passa neste rectângulo e queira informar-se para, em próximas eleições, exercer o direito de voto com perfeita consciência e não movido por apelos de vendedores de banha de cobra que tudo prometem e depois esquecem. Temos que ser responsáveis pela nossa palavra e pelos nossos actos e, para isso, devemos reflectir antes de nos comprometermos. O caso aqui referido diz-nos muito acerca da falta de moralidade que por cá reina e é mais um factor a levar o País para pioneiro do 4.º mundo a criar.

1.º
Criação

1 – A Universidade do Algarve, através da Faculdade de Engenharia de Recursos Naturais, da Faculdade de Economia e da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo confere o grau de mestre em Gestão e Manutenção de Campos de Golfe e n+ministra o ciclo de estudos a ele conducente.

2 - O grão de mestre em Gestão e Manutenção de Campos de Golfe, é conferido nas seguintes áreas de especialização:
Gestão;
Manutenção.

2.º
Objectivos do curso

O curso de mestrado em Gestão e Manutenção de Campos de Golfe pretende proporcionar à sociedade civil profissionais habilitados, científica e tecnicamente, na gestão e na manutenção de campos de golfe.

O texto do DR foi transcrito daqui que o tinha copiado daqui

2 comentários:

O Guardião disse...

Estamos muito à frente... tanto que estamos perdidos.
Cumps

A. João Soares disse...

Caro Guardião,
Nem nos fale disso. Olhe que o termo perdido vai dar lugar dentro em pouco aos doutorados em chipes que querem chipar crianças e velhos, e depois os outros, como já acontece com os cães, com o pretexto de que depois ninguém se perde. Passaremos o país do 4.º mundo com mais mestres e doutorados, mas sem saber ler nem escrever, como se vê nos concursos na TV. Até já há falsos reitores universitários reformados!!! O que querem é tacho!
Abraço
A. João Soares