quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Limpar Portugal em permanência

Antes de no blogue Sempre Jovens haver conhecimento do movimento Limpar Portugal, já havia sido tornada pública a intenção de incitar a uma atitude semelhante mas de estrutura mais incipiente, pelo que ao ter-se conhecimento do movimento ele foi aplaudido e foi divulgado com o entusiasmo que nos foi possível.

Felicitamos a nossa co-administradora Fernanda Ferreira, Ná, pela sua entusiástica colaboração em Vila Nova de Cerveira.

Embora as minhas condições físicas não me permitam ir para o terreno executar tarefas úteis, estou em espírito com todos. Aproveito este momento para estimular os mais jovens a prepararem um futuro limpo e seguro para que a sua geração e as vindouras tenham um ambienta mais saudável em todos os aspectos. Desejo que o dia 20 de Março seja o início de uma nova era de respeito pelo ambiente e, principalmente pela floresta e as várias espécies que nelas vivem..

Para que, depois, nunca mais se permita que a floresta seja depósito de lixos e entulhos, é necessário que as pessoas a conheçam, criem amor por ela para poderem defendê-la de qualquer agressão. .

A defesa quanto a lixos é semelhante, paralela e complementar da defesa contra os fogos. Por isso, quero aqui deixar como sugestão que julgo útil para a actuação fácil e interessante no conhecimento e defesa da floresta, os links de algumas das várias cartas que publiquei em jornais acerca da prevenção de fogos florestais. Agora não se trata de fogos mas de limpeza. No entanto está tudo relacionado.

Já por várias vezes sugeri que nas aldeias e cidades do interior, se deviam fomentar actividades desportivas e de lazer nos campos. Poderia algo como piqueniques em que os participantes iriam a pé de vários locais para a área do piquenique. Ciclismo em que vários grupos iriam de locais distantes para um local de concentração, onde haveria uma pequena festa (cantar dançar, etc). isso poderia ser complementado com competições com pequenos prémios para os mais rápidos ou mais artistas.

Quem tomasse parte nestas actividades, certamente acabaria por gostar dos campos e por os defender. E enquanto por lá andassem ninguém cometeria delitos atentatórios da floresta. Os clubes, os escuteiros e outras organizações deviam ser incitados a isso.

Eis os links, para quem desejar recordar o que há muito disse sobre este assunto.

- Vigilância das florestas pelo motoclube de Alcains,
- Prevenção nas florestas,
- Prevenção de fogos florestais,
- Fogos florestais. Problema a analisar com pormenor,
- Fogos florestais. Prevenção e combate.

Espero que esta ideia seja considerada útil e aproveitada.

3 comentários:

Fernanda disse...

Querido João,

Obrigada por ter publicado aqui também.
Divulgar é urgente!
Também publiquei no Rau.

Beijinhos

Luis disse...

Caríssimo Amigo João,
Por entender ser pertinente e muito oportuno este post transcrevio-o na Tulha. Desculpa-me te-lo feito sem primeiro te ter solicitado.
Um abraço muito amigo.

A. João Soares disse...

Caro Amigo Luís,

Sentindo estar a interpretar os interesses dos Portugueses, agradeço-te teres publicado. Só é pena os links não funcionarem, pelo que não têm qualquer utilidade.
Vou enviá-los por e-mail

Um abraço
João