sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Despesas. Onde as cortar !!!

video


2 comentários:

A. João Soares disse...

Entretanto surgiu a notícia:

Instituições sociais em ruptura
Correio da Manhã. 27-10-2012. 17h22. Por: João Saramago

Ministro da Solidariedade e da Segurança Social confirma

A existência de várias instituições sociais em ruptura de tesouraria levou o ministro da Solidariedade e da Segurança Social, Pedro Mota Soares, a sublinhar esta tarde de sábado a criação de uma linha de crédito de 12,5 milhões de euros para fazer face “às dificuldades de tesouraria que muitas Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) enfrentam”.

A linha de crédito surge depois de o Governo ter já prestado um primeiro apoio na ordem dos 50 milhões de euros, que posteriormente foi reforçado para cem milhões de euros, acrescentou Pedro Mota Soares.

As declarações de Pedro Mota Soares, em Lisboa, na cerimónia que assinala hoje o Dia Nacional do Mutualismo, surgem um dia depois de no Parlamento ter referido “até ao final do ano, o Governo vai lançar uma nova linha de 12,5 milhões de euros para ajudar as instituições sociais em situações de ruptura de tesouraria”.

Por sua vez, o presidente da União das Mutualidades Portuguesas, Luís Silva sublinhou que “hoje, como todos sabemos, as preocupações são inúmeras” em áreas como desemprego e dificuldades no acesso à saúde e medicamento.

Luís Alberto Silva acrescentou que as associações mutualistas “contribuem para a promoção do emprego e para a prevenção do risco de exclusão”.

O movimento mutualista congrega cerca de um milhão de associados e 2,5 milhões de beneficiários, organizados num conjunto de 100 associações de âmbito local e nacional, que empregam 4600 trabalhadores e mil prestadores de serviços, gerando anualmente, 750 milhões de euros.

A. João Soares disse...

O secretário de Estado da Administração Pública, , disse esta segunda-feira que é preciso evitar os cortes marginais na despesa pública e que deve existir um debate sério sobre as “gorduras” do Estado. Esta e outras promessas podem ser lidas na notícia
Secretário de Estado defende debate sério sobre as "gorduras" do Estado

Será bom que eliminem todos sumidouros de dinheiro público e que não desempenhem algo proporcional em benefício dos portugueses mais desfavorecidos. A lista de Marques Mendes deve ser devidamente analisada pelos governantes